Governo vai remanejar R$650 mi do PAC e R$680 mi de custeio

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, informou nesta segunda-feira que serão remanejados ainda este ano 650 milhões de reais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e 680 milhões de reais de gastos com custeio para obras e ministérios que têm melhores condições de aplicar as verbas. Esses recursos serão provenientes de empreendimentos e órgãos que não conseguiram gastar seu orçamento definido para 2008. "Não houve nem aumento nem diminuição dos limites autorizados", disse o ministro a jornalistas após reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Bernardo afirmou ainda que será definido até o fim de janeiro o contingenciamento do Orçamento de 2009. "Vamos fazer novamente a projeção de receita", explicou. (Por Fernando Exman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.