Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Grã-Bretanha prepara vacinação contra gripe; mortes superam 100

A Grã-Bretanha, que já teve mais de cem mortes provocadas pelo vírus H1N1, inicia na próxima semana um programa nacional de vacinação contra a chamada gripe suína, disse uma autoridade sanitária na quinta-feira.

KATE KELLAND, REUTERS

15 de outubro de 2009 | 17h08

O país entra para a lista de nações que preparam uma imunização em massa antes de uma possível segunda onda de infecções. Programas similares já estão em andamento nos Estados Unidos, China e Austrália.

Ao todo, serão entregues até 21 de outubro 415 mil doses da vacina Pandemrix, do laboratório GlaxoSmithKline (GSK), para imunizar pacientes de alto risco e profissionais da saúde.

"O programa estará funcionando a partir da semana que vem", disse o médico-chefe do país, Liam Donaldson, a jornalistas.

A partir de 26 de outubro, 4,4 milhões de doses do Pandemrix e 49 mil doses do Celvapan, do laboratório Baxter, serão entregues a médicos de família para administração em pacientes de grupos prioritários.

David Salisbury, diretor de imunização da Grã-Bretanha, disse que o país esperava mais vacinas da Baxter, mas acrescentou: "Estamos muito menos confiantes no seu cronograma de entregas do que (no cronograma da) GSK", disse ele, esclarecendo que a Baxter teve problemas na sua produtividade.

O governo britânico já havia informado que o primeiro grupo imunizado compreende cerca de 5 milhões de pessoas com mais de 6 meses de idade, incluídas nos grupos mais suscetíveis à gripe sazonal - as grávidas, quem tem contato com pessoas com sistemas imunológicos comprometidos, profissionais da saúde e assistentes sociais. Ao todo, 11 milhões de pessoas estarão convocadas para a primeira fase da vacinação.

As autoridades sanitárias disseram que na última semana surgiram cerca de 27 mil novos casos da gripe suína, uma alta expressiva em relação aos 18 mil da semana anterior. O número de mortos na Grã-Bretanha já passou de cem - 83 na Inglaterra, 15 na Escócia, quatro no País de Gales e quatro na Irlanda do Norte.

Tudo o que sabemos sobre:
GRIPEVACINAGB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.