Grafismo e cores

As estampas multicoloridas são a marca de Emilio Pucci e uma referência para grifes do mundo todo

Virna Wulkan - O Estado de S.Paulo,

19 de abril de 2011 | 06h00

Emilio Pucci tem uma marca registrada. Sua estamparia muticolorida e caleidoscópica é tão expressiva que seu nome é imediatamente associado a ela por qualquer um que entenda um pouco de moda. Mesmo décadas depois de ter sido criada, continua ganhando releituras da grife que leva seu nome e despertando desejo de consumo em mulheres do mundo inteiro - inclusive no Brasil, onde foi inaugurada uma loja no final do ano passado. Hoje serve de inspiração ou é literalmente reproduzida por um sem-fim de marcas de todas as nacionalidades (vale aqui uma dica para ajudá-la a reconhecer um original: veja se, no meio da estampa, está grafado o nome "Emilio" repetidamente).

 

Foi nos anos 60, até o meio dos 70, que se deu seu estouro. Vestiram seus modelos desde mulheres icônicas como Jacqueline Kennedy e Marilyn Monroe - enterrada usando um vestido seu -, até toda uma geração de hippies (chiques, ainda que sem saber) que adotaram a estampa como símbolo do psicodelismo.

Curiosamente, apesar de seu desenho remeter aos efeitos do uso do ácido lisérgico corrente na época, Pucci vivia num outro contexto, muito distante. Nascido no coração da nobreza italiana, descendente de uma das mais tradicionais famílias de Florença, casou-se com uma baronesa e circulou pelo alto escalão da política do país.

A marca ganhou novo fôlego em 2000, alguns anos após a morte do estilista, quando foi comprada pelo maior grupo de moda do mundo, o LVMH. Outros designers, como Christian Lacroix, Matthew Williamson e atualmente Peter Dundas, revigoraram seu estilo.

De quebra, as últimas coleções de Pucci, que fazem um revival do período que o consagrou, a década de 70, tiveram tanta repercussão que acabaram tornando a marca uma das grifes-tendência desta estação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.