Granada de 1932 é encontrada em Avaré

Uma granada ''histórica'' foi encontrada nesta sexta-feira (14) na Praça da Matriz, na região central de Avaré, no sudoeste paulista. O explosivo foi achado por um funcionário da prefeitura, ao fazer a limpeza da área. Um especialista da Polícia Militar identificou o artefato como sendo um dos explosivos utilizados durante a Revolução Constitucionalista de 1932.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

15 Março 2014 | 13h21

Durante a revolução, em que as tropas paulistas enfrentaram o exército nacional, do governo provisório de Getúlio Vargas, ocorreram batalhas na região.

Apesar de o artefato ter sido produzido há mais de 80 anos, havia risco de explosão. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar foi acionado para recolher a bomba. A granada foi levada para a sede do Gate, em São Paulo. Ainda não se sabe como a bomba foi parar na praça.

Mais conteúdo sobre:
AvaréSPGranada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.