Grécia deve aprovar plano de contenção neste domingo

O governo grego espera aprovar um plano de contingenciamento neste domingo para dispensar trabalhadores estatais, numa tentativa de reduzir as despesas para garantir mais ajuda financeira.

LEFTERIS PA, REUTERS

02 de outubro de 2011 | 12h42

Ainda sem a liberação da parcela de 8 bilhões de euros (10,7 bilhões de dólares) da ajuda da União Europeia, a endividada Grécia pode ficar sem fundos para honrar suas contas nas próximas semanas.

Negociações entre o Fundo Monetário Internacional, a União Europeia e o Banco Central Europeu (BCE), conhecidos como "Troika", estão ocorrendo para solucionar o orçamento grego e reformas desde quinta-feira.

Pressionada pelo grupo para liberar os empréstimos, a Grécia tem prometido elevar impostos, cortar gastos públicos e acelerar o plano para reduzir o quadro de funcionários públicos até pela metade até 2015.

Se os inspetores concluírem que a recessão grega continuará sendo pior do que o esperado, os governos da União Europeia já sugeriram que os bancos credores que concordaram rever 21 por cento do valor da dívida da Grécia em julho talvez sejam forçados a assumir mais esforços.

Mais conteúdo sobre:
GRECIAPLANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.