Greenpeace entra na Justiça contra Angra 3

O Greenpeace está entrando na Justiça Federal em Angra dos Reis, no Rio, com uma ação civil pública e pedido de liminar contra a União, a Eletronuclear, o Ibama e a Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente do Rio de Janeiro (Feema). A entidade ambiental acusa a construção de Angra 3 de ilegal e inconstitucional. Em Brasília, a organização está impetrando, em conjunto com o Partido Verde (PV), mandado de segurança, com pedido liminar, contra a Resolução 3 do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que determinou a retomada das obras da usina nuclear em agosto passado.Uma terceira iniciativa legal está sendo representada ao Tribunal de Contas da União (TCU) pelo deputado federal Edson Duarte (PV-BA). A ação no TCU questiona a validade dos contratos referentes à construção de Angra 3 pelo governo federal.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

06 de novembro de 2007 | 11h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.