Greenpeace protesta contra exploração de petróleo

A organização não governamental Greenpeace promoveu na manhã deste domingo (15) passeatas como forma de alerta aos perigos da exploração de petróleo em alto-mar. Pintados de negro, os ativistas percorreram a orla de três cidades litorâneas do País.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

15 de agosto de 2010 | 14h02

Segundo o Greenpeace, os manifestantes estavam com os corpos cobertos por uma pasta negra que simulava petróleo e percorreram a orla de Salvador, Recife e Rio de Janeiro. O gesto simbólico representou o perigo real de acidentes envolvendo plataformas de petróleo em águas profundas.

Os voluntários manchados de óleo também carregaram cartazes com os dizeres "Cuidado com a sua praia", uma referência ao recente vazamento de óleo no Golfo do México, nos Estados Unidos, e aos impactos do plano brasileiro de investir no pré-sal.

Tudo o que sabemos sobre:
Greenpeaceprotestopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.