Gripe A H1N1 volta a matar no Rio Grande do Sul

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou hoje o primeiro óbito provocado pelo vírus Influenza A H1N1 em 2011. A vítima é uma mulher de 48 anos, moradora da área rural de Anta Gorda, município de seis mil habitantes localizado no nordeste do Estado.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

08 Junho 2011 | 18h03

Ela sentiu sintomas de gripe no dia 29 de maio, procurou atendimento médico e foi internada num hospital de Ilópolis, no dia 1º de junho e no dia seguinte foi transferida para o Hospital de Caridade de Três Passos, a 300 quilômetros de distância, no noroeste, onde havia vaga disponível em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e morreu na segunda-feira, 6. O corpo foi enterrado ontem na cidade de origem.

Além do óbito, o Rio Grande do Sul teve outros dois casos confirmados de Gripe A neste ano, ambos com evolução para a cura, e investiga outras 84 notificações de suspeita da doença. O Estado foi um dos mais afetados pela epidemia de 2009, com 3,5 mil pessoas contaminadas e 297 mortas, e não detectou a doença provocada pelo A H1N1 em 2010.

Mais conteúdo sobre:
saúde gripe morte RS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.