Gripe altera velho costume de índios da Nova Zelândia

A Igreja Católica Apostólica Romana na Nova Zelândia instruiu seus padres a não colocar as hóstias diretamente na boca dos fiéis, para reduzir os riscos de transmissão da gripe aviária. A doença também alterou uma velha tradição dos índios Maoris, o cumprimento feito com o contato entre narizes. As medidas foram as últimas tomadas na tentativa de combater a gripe suína no único país desta região do Pacífico a ter casos confirmados do vírus.

ROBERTO CARLOS DOS SANTOS (AE-AP), Agencia Estado

01 de maio de 2009 | 05h48

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaNova Zelândiamedidas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.