Gripe aviária ameaça Estados Unidos

O vírus H5N1, transmissor da gripe aviária, poderia chegar aos Estados do litoral ocidental dos Estados Unidos na próxima temporada de verão do hemisfério norte, após ter se espalhado pela Ásia, a Europa e a África, disseram fontes dos serviços de saúde da Califórnia."É quase certo que um pássaro poderá entrar nos Estados Unidos portando o H5N1. Mas isso não ocasionará uma crise", disse à imprensa o secretário de Saúde, Michael Leavitt.O anúncio de Leavitt foi reforçado pela secretária de Saúde da Califórnia, Kim Belse, que indicou que "a chegada do H5N1 é aguardada para os próximos meses nos Estados Unidos".Segundo as fontes, é provável que o vírus esteja presente em pássaros migratórios que se deslocam rumo ao sul a partir do Alasca, ou mesmo do Atlântico ou do Pacífico norte.Essa migração será feita por cerca de 60 mil pássaros a partir de meados de agosto. As aves seguirão dos Estados de Washington e de Oregon rumo à Califórnia.A infecção pelo vírus H5N1 afeta principalmente pássaros e aves de granja, embora tenha deixado doentes cerca de 200 pessoas. Destas, mais de 100 já morreram devido à gripe aviária.

Agencia Estado,

31 de março de 2006 | 01h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.