Gripe Aviária: OMS eleva o número de mortes para 103

O número de mortes em decorrência do vírus H5N1 da gripe aviária em humanos chegou a 103, depois que cinco pessoas morreram no Azerbaijão, segundo divulgou a Organização Mundial de Saúde nesta terça-feira.A OMS disse que sete de 11 pacientes do Azerbaijão testaram positivo para o H5N1 em amostras analisadas por um grande laboratório na Inglaterra. Cinco desses casos foram fatais.As fontes de infecção ainda estão sendo investigadas."A maioria dos casos ocorreram em mulheres entre 15 e 20 anos", divulgou a OMS. "Nessa comunidade, as adolescentes e jovens mulheres costumam ficar responsáveis pela tarefa de depenar as aves".Até agora, não há indicação, em alguns casos, de contato direto com aves infectadas , que é a fonte mais comum de contaminação em humanos.As autoridades sanitárias temem que o vírus possa sofrer uma mutação e tornar-se transmissível entre humanos, o que poderia causar uma pandemia.O vírus já causou a morte e o sacrifício de dezenas de milhares de aves pela Ásia desde 2003. Ele se espalhou mais recentemente para a Europa, África e Oriente Médio.

Agencia Estado,

21 de março de 2006 | 16h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.