Gripe aviária pode ter causado mais uma morte na Indonésia

Um menino indonésio de três anos morreu hoje em Jacarta com sintomas de gripe aviária, três dias após a morte de sua irmã, também vítima da doença. O diretor de erradicação de doenças animais do Ministério da Saúde, Hariadi Wibisono, disse que é necessário esperar o resultado das novas análises para confirmar se o garoto morreu por gripe aviária. "Ainda não temos certeza, já que os primeiros testes não foram conclusivos, por isso teremos de repeti-los", declarou Wibisono.As autoridades sanitárias estudam com especial atenção os casos de contágio simultâneo de parentes, já que isso poderia levar a crer que houve contagio entre seres humanos.Até agora, o vírus H5N1 é passado apenas por contato direto com animais mortos ou doentes, mas a Organização Mundial de Saúde (OMS) adverte que uma mutação pode alterar a forma de transmissão.A gripe aviária reapareceu na Coréia do Sul em dezembro de 2003 e desde então se estendeu a 16 países e causou a morte de 79 pessoas.O Banco Mundial prevê gastos de US$ 1,5 bilhão para o combate à gripe aviária nos próximos três anos.Até agora a União Européia anunciou a doação de US$ 121 milhões para ajudar no combate à doença. A mesma quantia é esperada dos EUA. A fábrica suíça de medicamentos Roche concordou em doar dois milhões de cartelas do antiviral Tamiflu para os países mais pobres.

Agencia Estado,

17 de janeiro de 2006 | 11h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.