Gripe aviária preocupa organismos internacionais

Representantes regionais de agências internacionais de saúde animal e humana se reuniram na terça-feira em Washington, para discutir ações conjuntas contra a possível chegada do vírus da gripe aviária H5N1 ao continente americano."Estamos todos preocupados com o impacto potencial do H5N1 caso chegue à nossa região", declarou Carissa Etienne, subdiretora da Organização Pan-americana de Saúde (OPS), que organizou a reunião.Participaram da reunião representantes da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).Em dezembro do ano passado, durante a Conferência Hemisférica sobre a Gripe Aviária, em Brasília, estas entidades decidiram unir esforços contra a gripe aviária e a gripe pandêmica.O H5N1 já chegou a 40 países da Ásia, Europa e África. Mais de 150 milhões de aves morreram ou foram sacrificadas pelo vírus. Os participantes da reunião também discutiram esforços conjuntos em matéria de preparação pandêmica. OPS é o Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e trabalha com os países para melhorar a saúde e elevar a qualidade de vida de seus habitantes.

Agencia Estado,

08 de março de 2006 | 01h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.