Gripe: Campinas e Guaratinguetá registram 2 mortes

Os municípios de Campinas, no interior paulista, e Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, confirmaram hoje mais duas mortes causadas pela Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína. Ambos os casos foram confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista. Até ontem, o total de vítimas decorrentes da enfermidade no Estado de São Paulo chegava a 50. Já em todo o País, foram confirmadas 129 mortes até ontem.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

05 Agosto 2009 | 13h06

A sétima vítima da gripe suína em Campinas é uma mulher de 32 anos que morreu na última quinta-feira, logo após receber atendimento em um hospital da rede pública. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ela apresentava outras doenças que comprometiam seu sistema imunológico. O município já registrou 114 infectados pelo vírus da gripe suína.

Já Guaratinguetá confirmou a primeira morte decorrente da Influenza A (H1N1) na cidade. De acordo com a prefeitura, trata-se de um menino de sete anos que morreu no dia 27 de julho. Outros três casos foram confirmados na cidade - todos os pacientes concluíram o tratamento e, segundo a prefeitura, passam bem.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínaBrasilmortesSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.