Gripe: Cascavel-PR proíbe aglomerações até segunda

A aglomeração de pessoas em locais fechados e sem ventilação, como cinemas, igrejas, escolas, faculdades, casas noturnas e shoppings, foi proibida ontem no município de Cascavel, no interior paranaense, pelo Comitê de Enfrentamento ao vírus da Influenza A (H1N1), popularmente chamada de gripe suína. Encaminhada aos estabelecimentos pela Secretaria Municipal de Saúde, a medida suspende as reuniões nos locais até segunda-feira, data em que os membros do comitê irão definir a prorrogação ou término da exigência. Segundo a prefeitura da cidade, a determinação não alcança o transporte coletivo e os supermercados.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

12 Agosto 2009 | 08h14

A fiscalização será feita pelas autoridades competentes. O comércio não fechará as portas e os lojistas deverão tomar medidas de proteção para clientes e trabalhadores, de acordo com a prefeitura. O comitê também definiu que serão montadas comissões de infecção hospitalar em cada instituição de saúde, como clínicas, hospitais e ambulatórios. De acordo com a prefeitura de Cascavel, até a terça-feira, 74 pessoas estavam internadas com suspeita da nova gripe. Dessas, nove estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 65 em enfermarias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.