Gripe: Exército ajudará equipes de controle na fronteira

O Exército vai auxiliar as equipes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Secretarias Estaduais da Saúde e prefeituras de 13 municípios do Rio Grande do Sul e dois do Paraná no esquema de contenção da Gripe suína em regiões fronteiriças do Sul do Brasil. O acordo de cooperação com o Exército foi anunciado pela Anvisa e pela Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul no dia 1º de julho. As operações começam nos próximos dias, mas a data exata ainda não está definida.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

07 Julho 2009 | 20h57

Hoje a assessoria de comunicação social do Comando Militar do Sul confirmou que os pelotões, com cerca de 30 soldados cada, serão deslocados dos quartéis mais próximos para Jaguarão, Aceguá, Sant''Ana do Livramento, Quarai e Barra do Quarai, na fronteira com o Uruguai; Uruguaiana, Itaqui, São Borja, Porto Xavier, Porto Vera Cruz, Porto Mauá, Porto Lucena e Tiradentes do Sul, na fronteira com a Argentina; e Foz do Iguaçu e Guaira, na fronteira com o Paraguai.

Nos postos de controle de entrada de estrangeiros e de brasileiros que voltam daqueles países, os militares prestarão orientações aos viajantes e solicitarão o preenchimento de questionários, enquanto as equipes da Anvisa e das secretarias de saúde farão as avaliações médicas e encaminharão eventuais casos ao atendimento hospitalar.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína Exército fronteiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.