Gripe: SP volta às aulas com medidas de prevenção

Na volta às aulas da maior parte dos 9 milhões de estudantes das redes pública e particular de ensino básico e superior do Estado de São Paulo, as escolas vão adotar, a partir de hoje, uma série de medidas para evitar a propagação do vírus da Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína. Além de colocar à disposição dos alunos álcool gel e copos descartáveis, há colégios recomendando que as crianças não compartilhem brinquedos, objetos pessoais e material escolar. Outras pretendem evitar jogos coletivos, suspenderam atividades em locais fechados e estão desligando os aparelhos de ar-condicionado.

AE, Agencia Estado

17 Agosto 2009 | 07h52

Outros Estados que tinham adiado o início das aulas também retomam as atividades hoje - entre eles Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Em Minas Gerais, as escolas da rede estadual tinham voltado na semana passada. Há instituições e municípios, porém, que decidiram manter as férias por mais algumas semanas. A maior preocupação agora é com funcionárias, professoras e alunas grávidas. Parte dos colégios tem optado por afastá-las temporariamente.

Algumas redes municipais de ensino resolveram adiar mais uma vez o retorno às aulas. No Rio Grande do Sul, por exemplo, colégios de três cidades ainda vão manter as férias, contrariando a recomendação da Secretaria de Estado da Saúde de voltar hoje às atividades. Em São Gabriel, a prefeitura decidiu prorrogar o recesso escolar da rede municipal até o dia 31. A recomendação é a mesma em Santana da Boa Vista, cujas escolas deverão abrir as portas só em setembro. Em Rosário do Sul, o retorno está previsto para o dia 24.

Rio de Janeiro

No Rio, a prefeitura optou pela volta parcial das aulas na rede municipal. Alunos da 4ª à 9ª série do ensino fundamental retornam hoje, enquanto os de 1ª a 3ª série voltam só dia 23. Outra recomendação é que alunas, funcionárias e professoras gestantes permaneçam afastadas, pelo menos, até o fim do mês.

Ainda no Rio, a Universidade Federal Rural (UFRRJ) decidiu adiar novamente o reinício das aulas. O segundo semestre do ano letivo deve voltar no dia 31. A Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) decidirá hoje a data de retorno dos alunos - uma possibilidade é o dia 24. Na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o calendário acadêmico já havia sido alterado por causa de uma greve no ano passado. O início das aulas será em 14 de setembro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínaSPaulasprevenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.