Gripe suína já atinge mais da metade dos Estados americanos

Número de casos no país subiu de 160 para 266; autoridades creem que doença vai se agravar.

BBC Brasil, BBC

04 de maio de 2009 | 08h15

Autoridades do setor de saúde dos Estados Unidos anunciaram que o número de casos da gripe suína no país subiu de 160 para 226, e agora atinge 30 Estados - mais da metade do país.

Segundo elas, o salto na cifra se deve ao fato de novos exames de laboratório terem ficado prontos nas últimas horas, e não porque houve um novo surto.

As autoridades afirmaram que a maioria das ocorrências da doença é amena, e que o nível de alastramento se compara ao de uma gripe sazonal comum.

Entretanto, especialistas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos acreditam que o vírus H1N1, causador da gripe suína, está razoavelmente espalhado e que se espera novos casos da doença.

Mais grave

"Virtualmente, todos os Estados Unidos provavelmente têm o vírus circulando neste momento", disse Anne Schuchat, médica do Centro.

"Isso não significa que todo mundo está infectado, mas sim que o vírus já chegou dentro das comunidades."

Segundo a médica, os casos da doença atualmente são leves, mas devem se tornar mais graves e levar a mais mortes.

Mesmo assim, para Schuchat, a situação não seria incomum em um país onde, a cada ano, 36 mil pessoas morrem depois de contraírem a gripe comum.

Até o momento, a gripe suína fez uma vítima fatal nos Estados Unidos.

Nesta segunda-feira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) disse que os governos mundiais não devem baixar a guarda diante do surto da doença. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.