Gripe suína: Vale coloca 90 funcionários em quarentena

Cerca de 90 pessoas, entre funcionários e prestadores de serviço, que trabalham no edifício da empresa Vale, no Rio de Janeiro, devem ficar em quarentena em suas casas até segunda-feira. A medida foi adotada como precaução depois que um consultor que presta serviços no prédio foi diagnosticado com influenza A (H1N1), a gripe suína, na sexta-feira, após voltar de uma viagem à Argentina. Segundo a empresa, o consultor passa bem, apresenta melhora importante dos sintomas e se encontra em repouso domiciliar por orientação médica, conforme protocolo do Ministério da Saúde.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

23 Junho 2009 | 10h25

A Vale informou ainda que ele só manteve contato com pessoas que trabalham no 30º andar do edifício, não tendo circulado por outras unidades da empresa. Mesmo não apresentando nenhum tipo de sintoma, todos os que tiveram contato direto com o profissional foram instruídos a procurarem o posto de saúde municipal mais próximo às suas residências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.