Grupo britânico Uriah Heep faz show na Virada Cultural

Com meia hora de atraso, o decano grupo britânico Uriah Heep iniciou um dos shows mais esperados da Virada Cultural com Against the Odds, com problemas no vocal, mas com uma bela resposta de público.

JOTABÊ MEDEIROS, Agência Estado

18 de maio de 2014 | 08h38

O Uriah Heep não veio com falsa modéstia, porque exigiu da organização três caixas d''água de 1000 litros cada à esquerda do palco, para prevenir um possível foco de incêndio e salvar seus instrumentos.

"Quando foi a última vez aqui? 2005? Bom, vocês ainda estão aí, e nós estamos aqui", disse o cantor Bernie Shaw, ladeado pelo guitarrista Mick Box, frontman de cabelos nevados.

Tocando Overload e Sunrise, o show foi esquentando, mas os veteranos conseguiram uma reação mais frenética da multidão com Stealin''. Depois, atacaram uma canção mais recente, I''m Ready.

Menos bem-sucedidos do que contemporâneos como Black Sabbath e Led Zeppelin, o Heep mantém vigorosa fidelidade aos princípios de uma era, o que arrasta atrás de si uma modesta mais devotada legião de fãs. Já na segunda música, o som estava impecável. ( - O Estado de São Paulo)

Tudo o que sabemos sobre:
Virada CulturalUriah Heep

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.