Grupo de hackers tenta invadir e derrubar sites do governo

Um grupo internacional de hackers denominado Lulz Security tentou invadir na madrugada desta quarta-feira os sites da Presidência da República, da Receita Federal e do Portal Brasil, mas não conseguiu acessar os bancos de dados desses órgãos, segundo informações do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados).

REUTERS

22 Junho 2011 | 09h26

Os hackers, segundo o Serpro, congestionaram o acesso a esses sites usando múltiplos acessos por um sistema de robôs. Entre as 0h30 e 3h as páginas ficaram fora do ar por causa do ataque, mas entre a 0h40 e 1h40 foi o período de maior concentração dos ataques e o sistema ficou congestionado.

"Isso já ocorreu outras vezes, não chega a ser uma novidade. Mas eles não conseguiram ter acesso a nenhuma informação desses sites. Eu não conheço esse grupo de hackers", disse à Reuters o diretor-superintendente do Serpro, Gilberto Paganotto.

O Blog do Planalto, página que mantém notícias do dia-a-dia da Presidência, não foi atacado e divulgou nota na manhã desta quarta informando sobre o ataque e que "o sistema de segurança do Serpro bloqueou toda a ação dos hackers".

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)

Mais conteúdo sobre:
POLITICAHACKERSINVASAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.