Grupo explode agência e atira na PM em Analândia-SP

Uma quadrilha usou dinamite para explodir um caixa eletrônico do banco Bradesco, na madrugada desta quinta-feira, em Analândia (SP). A força da explosão destruiu a agência. Todo o dinheiro que havia no caixa foi levado. O grupo, com pelo menos oito homens, disparou dezenas de tiros contra uma base da Polícia Militar. Uma viatura teve a lataria perfurada pelos disparos. Os bandidos conseguiram fugir em pelo menos dois carros.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

14 de março de 2013 | 18h45

Os policiais recolheram cápsulas de calibre 12, ponto 45 e 9 mm que ficaram pelo chão. Uma banana de dinamite não explodiu e foi retirada pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar.

Os veículos usados na fuga foram abandonados numa estrada rural do município. A agência não abriu as portas durante o dia todo, mas os clientes foram orientados a usar caixas expressos instalados no comércio da cidade. De acordo com a PM, as quadrilhas passaram a mirar as cidades pequenas e com pouco policiamento para os ataques. Este mês, agências foram explodidas em Porto Feliz e Iperó - nesta cidade, três homens, entre eles um policial militar, foram presos, suspeitos de participação no crime.

Tudo o que sabemos sobre:
roubobancoAnalândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.