Grupo faz arrastão no prédio do prefeito de Jundiaí

Pelo menos 15 ladrões invadiram o edifício simulando a entrega de uma encomenda; porteiro foi rendido

Ricardo Valota, estadao.com.br

13 de fevereiro de 2009 | 12h14

Grupo formado por pelo menos 15 assaltantes, alguns armados de metralhadoras, realizou um arrastão no Edifício Méditerranée, prédio residencial de classe média alta, na Rua do Retiro, em Jundiaí. O roubo aconteceu no começo da noite da quinta-feira, 12. No prédio moram o prefeito e um ex-prefeito da cidade.   O grupo conseguiu entrar no prédio simulando a entrega de uma encomenda. O porteiro foi rendido e mantido refém na guarita. Os moradores que chegavam ao edifício eram abordados pelos demais criminosos na garagem e obrigados a levá-los até o apartamento.   Seis imóveis foram invadidos, entre eles o do ex-prefeito Ary Fossen, de 71 anos. O atual prefeito da cidade, Miguel Haddad, também mora no prédio, mas não teve o apartamento invadido. Os criminosos, depois de duas horas, fugiram levando dois carros de moradores, joias, dinheiro e celulares.   Segundo o delegado Luiz Carlos Branco Júnior, o trabalho de identificação dos criminosos ficará dificultado porque na fuga o bando levou os CPUs onde as imagens do circuito interno de TV ficam gravadas. Os dois veículos roubados dos moradores foram abandonados na região. Nenhuma vítima ficou ferida.

Tudo o que sabemos sobre:
crimearrastãoJundiaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.