Grupo invade Ilhabela-SP e explode caixas eletrônicos

Em uma ação cinematográfica, com direito a rajadas de tiros, lojas destruídas, carro incendiado e uma fuga de lancha, cerca de 30 homens encapuzados e fortemente armados explodiram cinco caixas eletrônicos no centro de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, e fugiram com R$ 226 mil. A ação aconteceu por volta das 4 horas desta terça-feira e deixou um homem ferido. Ele passava pelo local na hora do crime. Ninguém foi preso.

REGINALDO PUPO, Agência Estado

08 Maio 2012 | 21h31

Segundo a Polícia Militar, sete bandidos chegaram ao local em uma minivan e dominaram um PM que estava sozinho em uma base fixa da corporação - instalada ali recentemente. O bando levou a arma e o colete do policial, que ainda foi agredido. Ele ficou algemado durante a ação, que durou entre 20 e 30 minutos.

Na sequência, de 20 a 25 bandidos chegaram ao local em três lanchas, que ficaram atracadas no píer. Trata-se do quinto ataque desse gênero desde 2009, quando barcos também foram utilizados para a chegada e a fuga de criminosos. O último ataque aconteceu há oito meses, segundo a PM. Mas é a primeira vez que o alvo são caixas eletrônicos - dois deles a 20 metros da base policial. Anteriormente, os bandidos miravam butiques de luxo, que reforçaram a segurança. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
violência ilhabela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.