Grupo rouba 40 turistas argentinos em pousada do Rio

Sete homens armados e encapuzados roubaram na madrugada de hoje cerca de 40 turistas argentinos que estavam hospedados na pousada Unicórnio, em Búzios, na região dos Lagos fluminense. Os ladrões levaram dinheiro, joias, celulares, câmeras fotográficas e outros equipamentos eletrônicos e mantiveram os turistas o tempo todo sob a mira das armas por quase quatro horas. O caso está sendo investigado na 127ªDP (Búzios) e a polícia vai apurar a participação de funcionários ou ex-empregados do estabelecimento no crime.

TALITA FIGUEIREDO, Agencia Estado

16 de março de 2009 | 19h30

O dono da pousada, o argentino Roberto Pirrone, está em Buenos Aires e contou ao jornal Clarin que o crime não é comum na região. "Estive por cinco anos em obra e jamais tive nem material roubado. Não entendo o que houve", disse. Uma das turistas roubadas, Laura Guerra afirmou considerar que o crime foi bem planejado, já que os bandidos tinham uma lista dos hóspedes que estavam com crianças e eles não foram incomodados. "No entanto, nos quartos onde não havia crianças, eles entraram, roubaram telefones e cortaram a linha telefônica."

Tudo o que sabemos sobre:
crimerouboturistasargentinosRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.