Guga dá adeus ao tênis após derrota para Mathieu em Paris

Domingo em Roland Garros. Com umuniforme azul e amarelo, Gustavo Kuerten emocionou o público deParis. Desta vez, porém, foi ao se despedir do circuitoprofissional de tênis. O melhor tenista brasileiro da história foi derrotado pelofrancês Paul-Henri Mathieu por 3 sets a 0 (6-3, 6-4, 6-2) eagora é um aposentado. Após a partida da primeira rodada do Aberto da França, Gugachorou muito encobrindo o rosto com uma toalha e foi aplaudidode pé pela torcida que gritava seu nome. O tenista ainda foihomenageado com um troféu. Aos 31 anos, Guga disputou sua última partida no palco queo consagrou. Em 1997, então com 20 anos, ele surpreendeu atodos com a conquista do título de Roland Garros. Vestindo umaroupa colorida, azul a amarela, repetida neste domingo, elederrotou na final o bicampeão Sergi Bruguera. Desde então, foram mais dois títulos do Grand Slam francêse muitos outros, o que o deixou como líder do ranking mundial,algo inédito para o tênis brasileiro. O ritmo do catarinense foi diminuindo com uma dorpersistente no quadril. Foram duas cirurgias, em 2002 e 2004, eele jamais voltou a jogar como antes. Em janeiro deste ano, ele anunciou que disputaria osúltimos torneios da carreira neste semestre. E escolheu seulugar preferido para se despedir. (Texto de Tatiana Ramil e Fabio Gehrke)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.