Há três meses, papa foi submetido a uma cirurgia

O papa Bento XVI passou por uma intervenção cirúrgica no coração há cerca de três meses para trocar as baterias do marca-passo, confirmou ontem o Vaticano após reportagem publicada no jornal italiano Il Sole 24 Ore.

O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 02h03

A reportagem afirma que a cirurgia teria sido realizada na clínica Pio XI, em Roma, pelo cardiologista Luigi Chiariello, diretor de cardiologia da Universidade de Tor Vergata. Ele seria o responsável por ter colocado o primeiro marca-passo no cardeal Joseph Ratzinger, há dez anos.

Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, afirmou que foi uma operação rotina. "O marca-passo já existia há muito tempo, quando Bento XVI ainda era cardeal", declarou. O porta-voz acrescentou que a operação não está relacionada com o anúncio da renúncia do papa. /J.C. e F.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.