Hackers chineses atacaram EADS e ThyssenKrupp

A siderúrgica ThyssenKrupp e a controladora da Airbus EADS foram alvo de grandes ataques de hackers chineses em 2012, informou a revista alemã Der Spiegel, citando fontes nas duas companhias, sem as identificar.

Reuters

24 de fevereiro de 2013 | 11h57

Esta é uma tendência na economia alemã, em que companhias cada vez mais sofrem ataques de hackers chineses, segundo a revista, citando informações do governo alemão.

Um porta-voz da EADS disse à Reuters que se tratou de "ataques normais" e que a companhia estava trabalhando com o governo no que diz respeito à segurança cibernética.

A ThyssenKrupp também confirmou o ataque, dizendo que se deu nos Estados Unidos a partir de um endereço de Internet chinês, segundo a revista. A companhia afirmou à publicação não saber detalhes, como que informações os hackers conseguiram.

A ThyssenKrupp não estava imediatamente disponível para comentar o assunto, assim como autoridades chinesas e alemãs.

(Por Peter Dinkloh, Tim Hepher e Alexandra Hudson)

Tudo o que sabemos sobre:
TECHEADSATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.