Hackers invadem site da PM do Rio e convocam protesto

A página na internet da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro foi invadido por hackers na noite desta segunda-feira, 14. No site foi publicado um vídeo de dois minutos e dez segundos, assinado pelo grupo Anonymous, que convoca a população para um protesto previsto para esta terça-feira, 15, Dia do Professor.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

14 Outubro 2013 | 21h09

Por meio do microblog Twitter, o grupo Anonymous assumiu a autoria da invasão. Por volta das 20 horas, a PM retirou o site de funcionamento para que fosse recolocado o conteúdo original.

O vídeo postado exibia imagens de protestos e confrontos com a PM ocorridos no Rio. Nesta terça, está previsto um ato a partir das 15 horas na frente da Assembleia Legislativa, no centro, e uma passeata que deve partir da Candelária, na mesma região, por volta das 17 horas.

Mais conteúdo sobre:
hackers PM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.