Haddad considera 'acertado' afastamento de Mulholland

O ministro da Educação, Fernando Haddad, considerou "acertada" a decisão do reitor da Universidade de Brasília (UnB), Timothy Mulholland, de se afastar da direção da instituição. Haddad, no entanto, demonstrou preocupação com a decisão dos estudantes de permaneceram na reitoria pelo menos até segunda-feira. "Foi uma decisão acertada (do reitor). É um elemento de distensionamento da crise", afirmou Haddad. "Espero que os estudantes compreendam o gesto do reitor que se afastou. É uma primeira aproximação que deve ser respondida com uma aproximação dos estudantes. Se não houver concessões mútuas a solução fica mais difícil". Haddad descartou a intervenção na instituição, mas revelou que o ministério vem conversando com o conselho de docentes. De acordo com o ministro, já há alguns dias havia parlamentares, pessoas do ministério e da Ordem dos Advogados do Brasil conversando com Mulholland - inclusive pedindo a ele que se afastasse.

LISANDRA PARAGUASSÚ, Agencia Estado

10 de abril de 2008 | 18h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.