Haddad discursa para manifestantes sem-teto

Depois de enfrentar um protesto com cerca de mil sem-teto, que tomaram nesta manhã de quarta-feira, 17, o Viaduto do Chá, na região central, onde fica a sede da Prefeitura de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad (PT) desceu de seu gabinete, no quinto andar do prédio, e foi até os manifestantes, na rua. Ele subiu até o carro de som e transformou o protesto em um comício.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2013 | 13h13

"Quero reiterar o compromisso de construir 55 mil moradias populares", afirmou Haddad ao microfone.

Vários grupos do movimento prometiam fazer o maior protesto enfrentado até hoje pela gestão do petista. Eles têm a intenção de reunir 10 mil pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Sem-tetoprotestoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.