Hamster vira moda na China com o Ano do Rato

Roedor vira febre entre crianças em busca de bichinho de estimação.

Michael Bristow, BBC

12 de fevereiro de 2008 | 12h50

Os hamsters viraram o novo animal de estimação da moda na China, com a chegada do Ano do Rato no último dia 7 de fevereiro.Segundo proprietários de lojas de animais, os estoques estão diminuindo - e os preços aumentando - com a procura das crianças pelo pequeno roedor.De acordo com a imprensa chinesa, os preços dos roedores triplicaram chegando a 30 yuan (cerca de R$ 7) por hamster, em todo o país.No Ano do Rato, o animal se tornou o roedor de perfil mais "aceitável". "Ratos e camundongos têm uma imagem ruim, mas os hamsters são gentis. Você pode segurá-los em sua mão e brincar com eles", segundo a agência de notícias chinesa Xinhua.As lojas de animais também estão registrando aumento de interesse em outros animais parecidos, como chinchilas e esquilos, mas o hamster ainda é a primeira opção.Mas especialistas alertam que os roedores têm dentes afiados e podem morder. Alguns hamsters poderiam, inclusive, estar carregando o vírus da raiva.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
sociedadeano do ratochinahamster

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.