HC de SP pode penalizar fumantes a partir de hoje

Empregados e pacientes do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) que forem apanhados fumando dentro do estabelecimento poderão, a partir de hoje, receber penas determinadas no Estatuto do Funcionalismo Público Estadual e nas legislações federal e estadual. O HC, maior conjunto de hospitais da América Latina, foi transformado hoje em ambiente livre de tabaco. A medida vale para todo o Instituto Central, compreendendo o Prédio dos Ambulatórios, Pronto-Socorro e ala de internação, de acordo com o governo de São Paulo. A partir de hoje, não é permitido fumar no Instituto Central do HC, abrangendo jardins e varandas. A abordagem dos infratores será feita pelas equipes de segurança do HC, que, em outubro, foram habilitadas para orientar e reprimir o uso do fumo. Também a partir de hoje, todo o paciente que fuma, no instante da internação, terá na ficha um colante cinza. Com isso, a equipe médica e a enfermagem serão instruídas de que ele deverá ser analisado quanto ao nível de dependência. Se preciso, passará por terapêutica de substituição da nicotina, em toda a estada no HC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.