HC do PR confirma paralisação nesta quinta-feira

Os servidores do Hospital de Clínicas do Paraná, em Curitiba (PR) iniciaM às 6h30 desta quinta-feira, 11, a paralisação dos seus serviços, com exceção do atendimento de emergência e aos pacientes internados. A parada faz parte do Dia Nacional de Luta convocado pelas centrais sindicais em todo o país, que também terá concentrações nas rodovias BR-277 e na BR-376, às 8 horas.

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

10 de julho de 2013 | 20h48

Já os motoristas e cobradores se reúnem em assembleia às 15 horas, na Praça Rui Barbosa, maior terminal de transportes da Capital, para definir se a categoria adere ou não à manifestação. Caso a proposta de paralisação vença eles cruzarão os braços das 16 às 19 horas.

A Força Sindical confirmou protestos e mobilizações desde a madrugada nas fábricas: Bosch, CNH, Volvo, WHB, Perfecta, Seccional, Cabs, Maflow, Arotubi e Haas do Brasil (CIC); Volkswagen e Renault (São José dos Pinhais); Brafer (Araucária) e PK Cables (Pinhais), além de movimentos em Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu, Pato Branco, Ponta Grossa, Francisco Beltrão e Paranaguá.

No final do dia está prevista a realização do VII Ato Pela Redução das Tarifas, que espera agrupar cerca de cinco mil pessoas para sair em passeata pela cidade.

A paralisação no Paraná conta com o apoio das centrais NCST (Nova Central Sindical de Trabalhadores), UGT (União Geral dos Trabalhadores), CUT (Central Única dos Trabalhadores), Força Sindical do Paraná, CSP-Conlutas e CTB / PR (Central dos Trabalhadores do Brasil).

Mais conteúdo sobre:
ProtestoPR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.