Hillary enfrenta críticas por ataques aéreos

Em encontro ontem com a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton (foto), civis paquistaneses compararam os ataques lançados pelos americanos na fronteira entre Afeganistão e Paquistão ao terrorismo. Hillary não respondeu diretamente à acusação, mas, para justificar os ataques, ela afirmou que "há uma guerra em andamento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.