Hillary mantém campanha mesmo com primárias no final

Com o tempo se esgotando em suacampanha pela Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clintoncontinuou neste domingo sua difícil batalha para superar BarackObama pela indicação do Partido Democrata à Casa Branca. "Não é o suficiente aparecer e torcer", afirmou aex-primeira-dama em um comício na Universidade de WesternKentucky. "Vocês têm que ir e votar. Vocês têm que levar todomundo que vocês podem encontrar para votar." A senadora por Nova York iniciou seu dia indo a uma igrejae depois foi aos comícios "Vão e Votem" em Kentucky, que,juntamente com Oregon, realiza prévias democratas naterça-feira. Obama lidera em número de delegados para a convenção dopartido, que irá escolher um candidato para duelar com orepublicano John McCain, em novembro, pela Presidência dos EUA.Enquanto Hillary deve ganhar com facilidade em Kentucky, Obamaestá na frente nas pesquisas em Oregon. Após essas votações,haverá apenas mais três primárias, com a última ocorrendo em 3de junho. Obama previu na noite do sábado que ele ganhará em Oregon econseguirá delegados suficientes para a vitória definitiva. Suacampanha está tão confiante no objetivo de conseguir osdelegados para obter a indicação do partido na convenção deagosto que o senador por Illinois planeja estar em Iowa naterça-feira, para celebrar o local onde sua primeira vitória,em janeiro, lançou sua campanha. ARREGAÇANDO AS MANGAS Hillary indicou que ela continuará na disputa. "Não seráfácil e não conseguiremos apenas torcendo e esperando.Conseguiremos arregaçando as mangas e indo ao trabalho", dissea candidata em Bowling Green. Obama, cujas credenciais de política externa foramquestionadas por McCain, fez campanha em Gresham, no Oregon,onde falou sobre a necessidade de compromissos entreisraelenses e palestinos para a obtenção da paz no OrienteMédio. "Se conseguirmos essa boa vontade, acho que é possívelvermos um acordo de paz durante os dois próximos mandatos depresidente", disse. "Mas isso requer algum foco e atenção dopresidente." Mesmo faltando ainda cinco primárias e o assunto sobre osdelegados do Michigan e da Flórida ainda precisar de umadefinição, os democratas estão voltando seu foco para apreparação para a eleição de novembro, unindo os dois lados dopartido e escolhendo um candidato a vice-presidente. O Washington Post informou neste domingo que os apoiadoresfinanceiros de Obama e Hillary iniciaram negociações, incluindoum jantar em Washington na semana passada, para conversar sobreas duas campanhas trabalhando juntas após o dia 3 de junho. A especulação continua sobre a vice-presidência. Oex-governador de Nova York Mario Cuomo segue buscando uma vagana candidatura democrata. Mike Huckabee, que participou dasprimárias republicanas, foi mencionado como possívelvice-presidente de McCain.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.