Holanda investigará pedofilia desde 1945

RELIGIÃO

Afp, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2010 | 00h00

O presidente da comissão encarregada de investigar os casos de pedofilia na Igreja Católica da Holanda, Wim Deetman, ex-ministro da Educação do país, afirmou que a apuração deve abranger o período "desde 1945 até hoje". A comissão já recebeu mais de 1,5 mil denúncias nos últimos dois meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.