Hollande lidera sondagens das primárias socialistas na França

A sete meses das eleições presidenciais na França, os eleitores decidem neste domingo quem representará o Partido Socialista, como François Hollande, esquerdista moderado pouco conhecido no exterior, como favorito.

REUTERS

09 Outubro 2011 | 09h47

Inspirado pela força que levou Barack Obama para a Casa Branca, o principal partido de oposição espera que seu candidato obtenha mais legitimidade nas primeiras primárias públicas do país, nas quais qualquer eleitor que pagar 1 euro e apoiar os ideais esquerdistas pode participar.

O principal objetivo é derrotar Nicolas Sarkozy, que deve tentar a reeleição, e colocar um socialista no Palácio Elysée pela primeira vez em 17 anos.

"Não é difícil se livrar de Sarkozy", Hollande afirmou antes das votações deste domingo, nas quais enfrenta outros cinco candidatos, entre eles sua ex-mulher e mãe de seus quatro filhos: Ségolène Royal.

O maior adversário de Hollanda nas primárias é Martine Aubry, filha do ex-presidente da Comissão Europeia Jacques Delors e ex-ministra do Trabalho.

As sondagens indicam que Hollande, veterano no partido apesar de não despertar grandes paixões e nunca ter sido ministro, não só ganhará as primárias como é bastante popular para derrotar Sarkozy com boa margem se os dois se esfrentarem nas eleições presidencia de abril.

(Por Brian Love)

Mais conteúdo sobre:
FRANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.