Homem ataca seguranças da Defensoria Pública em SP

Um homem ainda não identificado invadiu, por volta das 7h da manhã desta quarta-feira, o prédio da Defensoria Pública, localizado no número 32 da Avenida Liberdade, centro de São Paulo. O suspeito foi preso em flagrante e, segundo a Polícia Civil, ele portava um martelo e uma faca.

AE, Agência Estado

25 Abril 2012 | 10h44

A polícia ainda não sabe o motivo da invasão. O suspeito feriu duas pessoas com o martelo, afirmou agente da Central de Flagrantes da primeira seccional, onde o agressor está detido. Os dois feridos, dois seguranças do prédio, foram atendidos no Pronto Socorro Vergueiro. Um deles já foi medicado e liberado e o outro segue em observação, sem ferimentos graves, informou a polícia.

Em nota divulgada nesta manhã, a Defensoria Civil afirma que o rapaz se dirigiu ao atendimento da Defensoria Pública e agrediu um segurança e as pessoas que estavam próximas. Nesse momento, segundo nota da Defensoria Pública, um segundo segurança também se machucou. O rapaz foi imobilizado e contido por um grupo de pessoas. Momentos depois, a Polícia Militar chegou até o local e prendeu o rapaz em flagrante.

O prédio da Defensoria Pública segue isolado, de acordo com a nota, para a realização de perícia. A pasta informa que o atendimento foi suspenso nesta quarta-feira. As investigações do caso acontecem na Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Mais conteúdo sobre:
Defensoria Públicaataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.