Homem é acusado de torturar adolescente no Rio

Um homem foi preso em flagrante na tarde deste sábado, 7, por torturar um adolescente cadeirante com paralisia cerebral em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. Jeferson Basílio, de 27 anos, foi detido por policiais da 73ª Delegacia de Polícia (DP) após a mãe do garoto levar à polícia um vídeo que mostra imagens da agressão. As imagens foram gravadas por um celular escondido. O jovem, com escoriações leves pelo corpo, foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo, e liberado no fim da manhã deste domingo (8).

EQUIPE, Estadão Conteúdo

08 de março de 2015 | 13h33

A mãe do garoto e Jeferson namoravam há dois anos. Há três semanas, passaram a morar juntos. Uma semana antes do flagrante, ela desconfiou de que o filho tivesse sido agredido depois de ele ter saído de um dos quartos da casa, onde também estava Jeferson, com a cabeça sangrando. Quando questionado, o agressor disse que o machucado foi feito por um irmão mais novo do jovem com paralisia cerebral. Sem acreditar na versão do companheiro, a mãe dos meninos decidiu usar o celular para flagrar os maus tratos.

Segundo a mãe da vítima, que não teve a identidade revelada, a tortura contra o filho foi motivada por ciúmes, já que o adolescente demandava cuidados por causa de sua condição física.

De acordo com a Polícia Civil, o preso já foi fichado pelo crime de lesão corporal, registrada na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de São Gonçalo em 2014. A polícia aguarda agora o resultado de exame de corpo de delito.

Tudo o que sabemos sobre:
Violênciaadolescentecaiderante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.