Homem é morto na Mooca após reclamar de barulho

Um rapaz de 26 anos foi assassinado na noite de domingo, 25, por volta das 23h45, após reclamar do barulho que um homem fazia em frente a sua casa, na Mooca, zona leste da capital.

BRUNO LUPION, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 06h39

Wesley Alves da Silva, vulgo "Mineiro", discutia com duas mulheres em frente a uma pizzaria na Rua Barão de Jaguara, nº 185, quando William Borges de Araújo, 26 anos, ajudante de pedreiro, morador da casa ao lado, foi até a calçada e reclamou do barulho, segundo a polícia.

Wesley deixou o local, voltou com uma arma em punho e baleou William quatro vezes. Após ser atingido, William chegou a correr por 50 metros, mas caiu do outro lado da rua, em frente a um bar, e morreu no local.

Wilson de Souza Carvalho, 38 anos, tentou impedir o crime e levou dois tiros. Ele foi levado com vida ao hospital Dom Pedro. O caso foi registrado no 8º DP (Brás) e o criminoso está foragido.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaSPassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.