Homem invade Alesp com artefato similar a bomba

Um homem de 54 anos invadiu a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) por volta das 13 horas desta quarta-feira portando uma barra de ferro e um artefato similar a uma bomba, e ameaçou funcionários. Os servidores acionaram a Polícia Militar, que deteve o homem e o conduziu à base da Polícia Civil na Alesp. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) também foi acionado e verificou que o artefato portado pelo invasor era composto por pólvora, pavio e pedaços de vidro e poderia causar danos.

BRUNO LUPION, Agência Estado

30 Maio 2012 | 19h27

O homem chegou a entrar no gabinete da deputada Vanessa Damo (PMDB), pediu para falar com a parlamentar e, diante da negativa de uma das assessoras, disse que não custaria "mandar todos para o inferno". "Graças a Deus ninguém ficou ferido, porém fica um alerta para que o sistema de segurança da Assembleia seja aprimorado", disse a deputada Damo, que pediu a instalação de detectores de metal nas entradas para "preservar a vida dos colaboradores e visitantes".

Segundo a Polícia Civil, o homem foi encaminhado à Central de Flagrantes do 26º Distrito Policial, onde assinou um termo circunstanciado por porte de substância ou engenho explosivo (artigo 253 do Código Penal) e expor a vida ou a saúde de outrem a perigo (artigo 132), e liberado em seguida.

Mais conteúdo sobre:
invasão Alesp bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.