Homem mantém ex-namorada refém no litoral paulista

Já dura sete horas do seqüestro de funcionária de uma farmácia da Praia Grande, litoral sul de São Paulo. Desde às 2h, a moça é mantida refém pelo seqüestrador, um ex-namorado. A polícia está no local, no bairro de Vila Guilhermina, na região do Boqueirão e mantém as negociações, mas o rapaz permanece disposto a não se entregar.De acordo com informações da Polícia Militar, Gilmar Leandro da Silva está armado e a todo momento ameaça matar a ex-namorada, que está algemada a ele. Em junho último, o rapaz chegou a manter a moça refém na casa dela, acabou se entregando e teria ficado preso por cerca de um mês. A área onde ocorre o seqüestro está interditada e totalmente cercada pela polícia.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

19 de novembro de 2007 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.