BBC
BBC

'Homem-pássaro' tenta primeiro voo intercontinental

Suíço Yves Rossy, de 50 anos, quer cruzar Estreito de Gibraltar usando uma asa de propulsão a jato

BBC, BBC

25 de novembro de 2009 | 09h15

Um suíço de 50 anos tenta, nesta quarta-feira, 25, ser a primeira pessoa a realizar um voo intercontinental com uma asa de propulsão a jato. Yves Rossy pretende atravessar 38 km sobre o Canal de Gibraltar, partindo de um ponto próximo a Tânger, no Marrocos, e aterrissando em Tarifa, na Espanha.

Segundo o plano de voo, ele será lançado de um avião a 2 mil metros de altitude a uma velocidade de até 100 km/h. A velocidade média de cruzeiro será de 220 km/h.

No ano passado, Rossy, que se autointitula "Jetman" ou "Fusionman", entrou para o Guinness World Records ao ser o primeiro a atravessar o Canal da Mancha com o mesmo tipo de equipamento.

Sem instrumentos

Rossy, que já foi piloto de caças e hoje é comandante de voos comerciais da companhia aérea Swiss, diz que seu sonho sempre foi "voar como um pássaro". Ao longo de sua carreira amadora, ele desenvolveu 15 asas.

O modelo que usa atualmente possui quatro turbinas movidas a querosene. A asa tem uma envergadura de 2,5 metros e pesa cerca de 55 kg quando carregada de combustível.

"Eu navego apenas pela minha própria visão e manobro usando os movimentos do meu corpo, principalmente cabeça, ombros e braços. O único instrumento que uso é o medidor de combustível", explicou Rossy em seu site.

Após completar este desafio, ele espera um dia poder sobrevoar o Grand Canyon, nos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.