Homem rouba arma de PM e faz grávida refém no Rio

Um homem roubou a arma de uma policial militar, invadiu um carro e fez uma grávida refém, em Copacabana (zona sul do Rio), no fim da tarde de hoje. Perseguido, ele bateu o carro minutos depois e acabou preso. A grávida não sofreu ferimentos.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

19 de setembro de 2011 | 21h34

A policial, que fazia policiamento a pé acompanhada por um PM, parou em frente a uma agência bancária numa esquina da Rua Hilário de Gouveia para que o colega fizesse um saque. Enquanto aguardava, foi abordada por Fabiano Farias, de idade não divulgada. Ele tentou tirar o revólver da policial. Ela reagiu e conseguiu reter o pente com as balas da arma, mas o rapaz fugiu com a arma descarregada.

Em frente a uma escola, Farias viu uma mulher grávida que aguardava um filho sair da unidade de ensino. Entrou no veículo, rendeu a mulher ameaçando-a com o revólver e assumiu a direção, obrigando a vítima a passar para o banco de passageiro.

Alertados, policiais iniciaram uma perseguição, que durou apenas quatro quarteirões. Quando chegava à Rua Rodolfo Dantas, Farias bateu o carro contra uma mureta e foi rendido pelos policiais. Ele foi conduzido à 13ª DP, onde o caso foi registrado. Muito nervosa, a grávida foi encaminhada para um hospital, para exames, e passa bem, segundo a polícia. Farias já tinha passagem pela polícia por roubo, conforme a PM.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaRiográvidarefém

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.