Homem tenta atropelar a ex-mulher mas atinge cunhada

atualizado às 10h30 A polícia procura pelo pintor Ademir Souza Pinto, de 38 anos, acusado pela ex-esposa, a cabeleireira Alessandra da Silva Souza, 36, de atropelar a irmã dela, na noite de segunda-feira, 9, na esquina entre as avenidas Padre Arlindo Vieira e José Caetano da Rocha, no Parque Bristol, região do Zoológico, na zona sul da capital paulista.  O  pintor aguardou Alessandra escondido dentro de um carro e desceu a avenida em direção a um grupo de mulheres - a ex-esposa, a cunhada e duas amigas delas, de cuja casa Alessandra e irmã haviam acabado de sair.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

10 Abril 2012 | 04h43

A intenção dele era atropelar a ex-mulher, mas ele acabou passando por cima da cunhada, a ex-bancária Andréia Ariceles da Silva Souza, de 34 anos, que está em estado gravíssimo no Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro de Saboya, no Jabaquara, para onde foi levada por uma equipe dos bombeiros, acionada às 22h07.  O acusado conseguiu fugir. Policiais militares da 4ª Companhia do 46º Batalhão foram acionados e encaminharam os dados da ocorrência para o 83º Distrito Policial, do Parque Bristol. Alessandra e Ademir ficaram casados por 20 anos e moravam na mesma residência. O casal tem duas filhas e um filho, de 19, 17 e 12 anos.

Mais conteúdo sobre:
cunhadoprovocaatropelamentoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.