Hon Hai afirma estar sob investigação por acusação de suborno

A Hon Hai Precision Industry disse que está sendo investigada por autoridades judiciárias chinesas, após uma revista taiwanesa afirmar que um executivo foi preso na China no ano passado por supostamente aceitar suborno de fornecedores.

Reuters

10 de janeiro de 2013 | 09h16

"Nossos funcionários e fornecedores envolvidos estão sendo investigados e faremos anúncios uma vez que haja um resultado legal", informou a Hon Hai, principal unidade do Foxconn Technology Group, em comunicado.

A maior fabricante terceirizada de eletrônicos divulgou comunicado após a revista Next afirmar nesta semana que a Hon Hai havia entregue um executivo sênior à polícia em setembro do ano passado, e que outros dois executivos haviam retornado a Taiwan.

Segundo a Hon Hai, muitos detalhes publicados na reportagem são "falsos", sem detalhar quais. A companhia também não informou a duração da investigação e se algum dos executivos foi preso.

O presidente de conselho da Hon Hai, Terry Gou, ordenou uma investigação interna e uma revisão das diretrizes anti-suborno.

A companhia disse que sua cadeia de fornecimento em Taiwan e seus negócios na China seguem operando normalmente.

(Por Clare Jim)

Mais conteúdo sobre:
TECHHONHAIINVESTIGACAOLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.