Horário de verão no Sul, SE e CO termina à meia-noite

O horário de verão termina hoje. À meia-noite, os relógios deverão ser atrasados em uma hora no Distrito Federal e nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Informações preliminares do Operador Nacional do Sistema (ONS) apontam que a redução do consumo de energia nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste deverá ser de 1.557 megawatts, o que representa 4,2% do consumo total nessas áreas. Já na Região Sul, a redução deverá ser de 480 megawatts, o equivalente a 4,8% do consumo.Ainda segundo o ONS, a economia gerada durante os 126 dias de duração do horário de verão foi de cerca de US$ 1 bilhão, valor que poderia ser usado na construção de duas usinas térmicas a gás natural, para atender ao consumo de energia das três regiões nas quais o horário foi adotado. No Distrito Federal, a diminuição no consumo de energia foi de 4%, de acordo com o superintendente de operações da Companhia Energética de Brasília (CEB), Marcus Fontana."Essa redução representa 36 megawatts, o que equivale ao consumo da cidade do Guará cidade satélite de Brasília no período das 18h às 21h", informou. De acordo com ele, se não houvesse essa diminuição, "o consumo poderia chegar a cerca de 900 megawatts, ou mais". Para os outros Estados da Região Centro-Oeste, a queda no consumo estimada pelo ONS é de 4% em Goiás; 3,3% em Mato Grosso; e 4,5% em Mato Grosso do Sul. As informações são da Agência Brasil.

EQUIPE AE, Agencia Estado

16 de fevereiro de 2008 | 18h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.