Hospital de Berlim diz que mulher doente não parece ter Ebola

Um hospital de Berlim onde está uma mulher doente inicialmente tratada como um caso suspeito de Ebola disse que ela não parece ter o vírus mortal e que não esteve na região da epidemia na África Ocidental.

REUTERS

19 Agosto 2014 | 16h33

Os serviços de emergência na capital alemã momentaneamente isolaram um centro de empregos e levaram uma mulher com sintomas que incluíam febre alta para o hospital Charite.

Uma porta-voz do hospital disse mais tarde que a mulher, cujo nome não foi divulgado, provavelmente estava com uma infecção no estômago, mas que o Ebola não poderia ser descartado formalmente até a análise dos resultados de um exame de sangue.

"Neste momento, os especialistas do Charite não consideram que seja Ebola", afirmou a porta-voz do hospital em um comunicado. "A paciente não esteve em uma região afetada."

(Reportagem de Stephen Brown)

Mais conteúdo sobre:
SAUDE ALEMANHA MULHER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.