Hotéis de Capri, Genebra e NY são os mais caros, revela pesquisa

Por Belinda Goldsmith

REUTERS

14 de setembro de 2010 | 12h57

CANBERRA (Reuters Life!) - Capri, Genebra e Nova York lideram a lista das cidades com as diárias de hotel mais caras no mundo, revelou uma pesquisa mundial que mostrou os preços das estadias subindo pela primeira vez em três anos, acompanhando a retomada da economia mundial.

A lista das dez mais inclui também Dubrovnik (Croácia), Veneza, Rio de Janeiro, Paris, Bali, Londres e Moscou.

O índice semestral de diárias da Hotels.com, divulgado nesta terça-feira, constatou que, embora a média das diárias esteja nos níveis baixos verificados seis anos atrás, há indícios de recuperação.

Ao todo, os preços no segundo trimestre de 2010 estão mais ou menos 2 por cento superiores aos de um ano atrás -- o primeiro aumento desde o final de 2007, mostrando que turistas e viajantes a negócios estão voltando a viajar.

Este é o sexto ano em que o índice é publicado. Ele é baseado numa amostra de cerca de 91.500 hotéis em 15.750 locais. O índice atual constatou que as diárias no segundo trimestre subiram 1 por cento na Europa e no Caribe e 3 por cento nas Américas, tendo permanecido estáveis na Ásia.

Os preços na ilha italiana de Capri subiram 7 por cento, fazendo dela o destino mais caro em termos de hotéis e tirando Monte Carlo da primeira posição, que ocupou em 2009.

Em Genebra, e na Suíça, de maneira geral, a média das diárias de hotel teve alta de 8 por cento, passando a 254 dólares. Nova York revelou ter as diárias de hotel mais caras dos Estados Unidos: os preços subiram 14 por cento em relação a um ano atrás.

A pesquisa mostrou que algumas das maiores altas nas diárias se deram em cidades vinculadas a eventos importantes.

As diárias subiram em Cannes, que sedia o Festival anual de Cinema, e na ilha indonésia de Bali, cenário do novo filme de Julia Roberts, "Comer, Rezar, Amar".

Os preços da estadia em Bali subiram 57 por cento, o maior aumento em qualquer destino.

A segunda maior alta se deu na Cidade do Cabo, que sediou a Copa do Mundo este ano -- as diárias de hotel subiram 53 por cento, chegando à média de 180 dólares.

Tudo o que sabemos sobre:
TURISMOHOTEISDIARIAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.